Prótese Transtibial c/ Sistema Harmony

Prótese Transtibial c/ Sistema Harmony

Ocorre secção dos ossos tíbia e fíbula (entre o tornozelo e o joelho), podendo ser classificada em três níveis de acordo com o comprimento do coto: terço proximal (curto), medial e distal (longo). A permanência do joelho facilita muito a reabilitação e deambulação desses pacientes. De um modo geral, esse nível de amputação é comum entre os idosos devido a problemas vasculares e entre jovens devido a acidentes.

Neste nível é conta-indicada a descarga de peso distal, porém o contato total entre a região distal do coto e o cartucho deve ser realizado. Cuidados devem ser tomados com as deformidades em flexão de joelho para não comprometer a qualidade da marcha do amputado. Diferentes tipos de suspensão podem ser utilizados nas próteses, como por exemplo, suspensão supracondiliana, coxal, por silicon liner ou a vácuo (Harmony®)11. A escolha dependerá da avaliação específica de cada paciente. É importante após avaliação individualizada, prescrever componentes compatíveis com o peso e grau de atividade de cada amputado. Destaque deve ser dado aos pés mecânicos com laminas em carbono com movimentos multiaxiais.

A conexão entre o joelho e o pé é feita através de diferentes tipos de adaptadores. O revestimento cosmético em espuma recebe um acabamento individualizado, dando um aspecto mais natural à prótese.

Código: C.O/TT-SH - Marca: CENTRO ORTOPÉDICO

O Sistema Harmony® da Otto Bock apresenta um conceito inovador para a proteção de membros residuais. O novo conceito supera os procedimentos convencionais e é também efetivo nos problemas médicos mais complicados. Agraciado com o prêmio ‘Concepts’ da Life Science em outubro de 2005 (foto), o Sistema Harmony® oferece vantagens para amputações de membros inferiores e os conseqüentes problemas de circulação. O Sistema Harmony® é um tratamento especialmente recomendado para pacientes com diabetes, doença arterial oclusiva, ou outras complicações da estrutura óssea sob a pele ou irritações na cicatriz. O encaixe é formatado de acordo com o paciente para proteger as estruturas sensíveis. O contato completo entre o liner e o encaixe proporciona ótima aderência. O membro residual fica, portanto, efetivamente protegido de esfolados e outros problemas. A pressão negativa promove a circulação do sangue mesmo nos menores vasos. Assim, evita-se o indesejado encolhimento do volume do membro residual quando a prótese é usada por um período de tempo mais longo. O encaixe adequado fica no lugar o dia inteiro. Ao retirar a prótese, o membro residual estará quente e bem irrigado de sangue. Por fim, o Sistema Harmony® possui também uma suspensão que protege as articulações.

Para paciente amputados transtibiais, que querem mais seguranaça e conforto.

Dicas Centro Ortopédico

Fabricante das Peças: Otto Bock Para uma boa protetização, é necessário uma análise técnica de um profissional especializado.